Presos Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho, agora pela manhã. Os dois são suspeitos de superfaturar programa de moradia popular

03.09.2019

 

Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho foram presos na casa do Flamengo,  agora pela manhã (03/09) na Operação Secretum no Rio de Janeiro, após delação de executivos da Odebrecht. As irregularidades aconteceram entre 2009 e 2016, segundo o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, em Campos dos Goytacazes. 

Os programas "Morar Feliz I" e "Morar Feliz II" aconteceram durante os dois mandatos  como prefeita de Rosinha Garotinho, entre os anos de 2009 e 2016. 

Foram as colaborações premiadas de Leandro Andrade Azevedo e Benedicto Barbosa da Silva Júnior, que deram subsídios ao MPRJ para concluírem que havia um esquema de propinas acima de R$ 1 bilhão custeados pelos cofres municipais.

Em favor dos ex-governadores, o pagamento de quantias em espécie foram frequentes, resultados do superfaturamento.

Os contratos da Prefeitura com a construtora, apresentado em 2018, apresenta indícios das irregularidades, como: associação criminosa, fraude de concorrência, corrupção passiva, caixa dois eleitoral, improbidade administrativa e fraude de caráter competitivo de licitação.

Além do casal Garotinho, há mandatos de prisão contra Sérgio Barcelos, Ângelo Alvarenga Cardoso e Gabriela Trindade Quintanilha. Somente um mandato de prisão até o momento não foi cumprindo.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados