Por decisão da 2ª turma do Supremo Tribunal Federal, Lula permanecerá preso

26.06.2019

 

A Segunda Turma do STF rejeita Habeas Corpus de Lula que permanecerá preso. Por três votos a dois, Lula terá que esperar até que seja analisada a suspeição de Moro que não tem data para ser vista. Os ministros Luiz Edson Fachin, Celso de Mello e Cármen Lúcia, votaram pela permanência de Lula na cadeia. Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski votaram pela liberdade do ex-presidente até o julgamento da conduta de Sérgio Moro. Ainda não há previsão de julgamento do atual ministro da justiça. 

O caso começou a ser analisado em dezembro do ano passado, muito antes das divulgações das mensagens pelo site The Intercept (sem fontes explícitas). Segundo o site, Moro deu orientações a Deltan Dallagnol, sobre como atuar em processos da Lava-Jato.  Sérgio Moro e o procurador Dallagnol, não reconhecem as mensagens que não tem origens confirmadas. Não havendo origem, não há o que se julgar, é a palavra de um contra o outro. 

Lula tem certas regalias na prisão, o que não deveria acontecer. Ele não tem curso superior e teve até a autorização de Ricardo Lewandowski (STF) para dar uma entrevista à "Folha de São Paulo". Preso não tem que dar entrevista, tem que cumprir sua pena com direitos restritos e igual aos demais da mesma categoria, disse Jair Bolsonaro, quando Lula disse (em entrevista), que o país estava sendo governado por um bando de malucos. O povo tem preferido malucos do que ladrões, assim diz a vontade popular.

Neste próximo dia 30, haverá uma manifestação popular por todo país à favor do ministro Sérgio Moro, a população não aceita retrocessos e defende o ex-juiz por toda nação. 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2018 © Todos os direitos reservados