Delação do operador do PMDB Lúcio Funaro foi essencial para a prisão de Michel Temer e seus Ministros

21.03.2019

 

O juiz Marcelo Bretas determinou ontem a prisão de Michel Temer e Moreira Franco. Eliseu Padilha pode estar na mira da Polícia Federal e poderá ser um dos detidos nas próximas horas. A delação de Lúcio Funaro em setembro do ano passado, foi fator primordial para a prisão de Temer. Michel Temer, tem hoje 10 inquéritos judiciais contra ele. Estão Fazendo busca e apreensão nos estados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, e no Distrito Federal. 

Edson Fachin homologou a delação de Lúcio Funaro em 05 de setembro de 2017, e tem 29 anexos que narram em detalhes como teria funcionado o esquema de corrupção no Congresso, que foi comandada por caciques do PMDB como Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados, Geddel Vieira e Henrique Eduardo Alves, presos em Curitiba.

Estão envolvidos os doleiros Vinícius Claret, o Juca Bala, e Cláudio Bravosa, o Toni, apontados pela Força-Tarefa como responsáveis por mandar valores para o exterior para políticos e empresários.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2018 © Todos os direitos reservados