Segundo o Ministério Público Federal há uma farta comprovação de documentos de que Lula é o proprietário do Sítio de Atibaia

12.12.2018

 

O ex-presidente Lula está preso desde 7 de abril deste ano sendo acusado de corrupção e lavagem de dinheiro em relação ao Triplex do Guarujá.  Lula deve ser condenado em outro processo que segundo o Ministério Público, há uma farta prova documental de que o sítio de Atibaia é realmente do ex-presidente. 

O Ministério Público Federal através de seus 12 procuradores reiteram a quantidade de provas e pedem a condenação do ex-presidente.

"Os variados elementos de prova comprovam que Lula atuava como proprietário de fato e possuidor do sítio de Atibaia e, nessa condição, Fernando Bittar autorizou e se envolveu na realização de obras ocultas e escondidas para Lula realizadas no sítio por Bumlai, Odebrecht e OAS", afirma a Lava Jato.

A Lava-Jato confirma que as três reformas feitas no sítio de Atibaia foram feitas sob o comando de  José Carlos Bumlai, com gasto de 1.020 milhão de reais, financiados pela Odebrecht (150 mil reais) e pela OAS (870 mil reais).

"Tal circunstância - empréstimo da propriedade por Fernando Bittar a Lula e Marisa para usarem como lhe aprouvessem - confirma a denúncia de que, sem prejuízo de Fernando Bittar exercer atributos da propriedade, entre eles, usar e gozar, Lula e Marisa Letícia atuavam e utilizavam o local também como proprietários, ou seja, portavam-se como proprietários de fato e possuidores do Sítio de Atibaia.

"De se ver que, para além das provas orais reunidas na instrução processual, conforme exposto na denúncia (Capítulo "V.1.1.1 - Dos proprietários de fato e possuidores do Sítio de Atibaia), foi colhida farta prova documental a demonstrar que Lula e Marisa Leticia se portavam como possuidores e proprietários de fato do Sítio de Atibaia (ainda que de modo compartilhado com Bittar).

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2018 © Todos os direitos reservados