Academia Varginhense de Letras, Artes e Ciências elege e dá posse à Diretoria do Biênio 2019-2020

05.12.2018

 

Na noite da última segunda-feira (03/12), os acadêmicos membros efetivos da Academia Varginhense de Letras, Artes e Ciências (AVLAC) elegeram a Diretoria do Biênio 2019-2020. A nova diretoria tomou posse em ato contínuo à proclamação do resultado da eleição. O escritor, historiador, psicólogo e pedagogo José Roberto Sales foi reeleito presidente. A diretoria é composta também por Cláudio Henrique Martins (vice-presidente), Vânia Vinhas Cardoso (Secretário-Geral), Moacyr Vallim Filho (Primeiro-Secretário), Lygia Di Lorenzo Oliveira (Segundo-Secretário), Tadeu Pinto Mendes (Tesoureiro) e Luiz Henrique de Souza Pinto, Marco Antonio Sales e Wanderson Vitor Boareto (membros do Conselho Fiscal).

 

É o quinto mandato em que Sales está à frente da coordenação da Academia. Sob gestão dele e com a contribuição dos demais acadêmicos, têm promovido atividades culturais variadas, dentre elas, a realização da Exposição Oneyda Alvarenga com montagens em vários municípios da região, além de Varginha (Alfenas, Campanha e Poços de Caldas).

 

Realiza ainda palestras sobre literatura e história de Varginha para alunos do ensino fundamental e médio das escolas públicas municipais e estaduais, montagem de peças de teatro em parceria com escolas públicas. Faz denúncia pública de danos aos bens patrimoniais culturais do município como no caso da danificação da liteira pertencente à família de Matheus Tavares da Silva, exposta no Museu Municipal, Manifesto Público de repúdio sobre o incêndio do Museu Nacional do Rio de Janeiro, sugestões de recolocação de bens culturais para sua melhor adequação ao cenário cultural edificado e exposição ao público como o traslado da locomotiva do Parque Zoobotânico Municipal para os trilhos em frente à Estação Ferroviária, dentre outros.

 

Além disso, a Academia também se preocupa com o meio ambiente e com a ecologia. No final do ano passado e neste ano, os acadêmicos plantaram cerca de 600 mudas de árvores nativas no Parque São Francisco e em praças da cidade. A Academia foi declarada de utilidade pública municipal (1964) e estadual (1965). As reuniões acontecem uma vez ao mês na Sala da Torre da antiga Estação Ferroviária, localizada na Praça Matheus Tavares.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2018 © Todos os direitos reservados