Vôlei feminino dá uma sapatada na Holanda e vai às semifinais da Liga das Nações

29.06.2018

 

A seleção brasileira de vôlei feminino, venceu a Holanda por três sets a zero em Nanquim na China pela Liga das Nações, nesta quinta-feira, com parciais de 25/16, 25/17 e 25/23, e vai à semifinal da competição e contra a China pela liderança de seu grupo nesta, sexta-feira às 9:30. 

José Roberto Guimarães, técnico da seleção brasileira, iniciou o jogo com: Adenízia, Roberta, Gabi, Amanda, Tandara e Ana Bia. Suelen atuou como líbero. Foi uma data que marcou a volta de Jaqueline como ponteira. Ou seja, volta em sua posição de origem. 

O jogo contra a Holanda foi uma moleza. Poderíamos chamar de "jogo treino". No primeiro set o Brasil chegou a abrir sete pontos de vantagem com 14/07 e fechou o set com nove pontos à frente no marcador. No segundo set não foi nada diferente do primeiro. O Brasil começou a abrir uma diferença logo no início e venceu com oito pontos à frente por 25/17. As holandesas sentiram as derrotas nos dois primeiros sets, mas tentaram reagir. Foi o set mais apertado, mas já era tarde. O Brasil venceu com apenas dois pontos de frente por 25/23. 

A seleção feminina brasileira não é mesma que ganhou vários títulos no passado, inclusive, às Olimpíadas. Mas é um time que cresce dentro da competição com jogos constantes. As atletas vão se conhecendo mais, trabalhando mais em conjunto que é fundamental para um bom entrosamento. O Brasil é um país que revela vários atletas todos os anos. Por isso, a troca de atletas é uma constante nas seleções brasileiras, tanto feminina como masculina. É um risco, sim é! Mas é necessário. Por vezes, discordamos de algumas convocações, achamos que ainda é cedo, mas como discutir com o maior técnico do mundo na atualidade? Ele, mais do ninguém, sabe o que está fazendo...

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2018 © Todos os direitos reservados