Atlético vence América por 3 x 0 e diretoria do América se revolta com a arbitragem que validou o primeiro gol que não foi.

19.02.2018

 

Um jogo fraco e complicado para o time do América que foi derrotado por 3 x 0, após muita polêmica no primeiro gol atleticano e no gola americano não confirmado. 

Aos 45 minutos do primeiro tempo, o atacante atleticano Roger Guedes cabeceou para o gol, numa bola espalmada pelo goleiro Glauco. O bandeirinha Guilherme Dias Camilo, validou o gol que foi analisado nas imagens cedidas pelo Rede Globo. A bola não entrou. 

Aos quatro minutos do segundo tempo o atacante americano Marquinhos, que fazia sua estréia pelo coelho, cabeceou uma bola que foi tocada parcialmente pelo goleiro Vitor e ia em direção ao gol, mas Gabriel desviou também de cabeça e o mesmo bandeirinha não validou o gol.

Após o término da partida o presidente do América, Marcos Salum, disse: "O que eu vi aqui foi o velho futebol mineiro, lamentavelmente. Isso eu vi e infelizmente foi confirmado pela televisão. A mesma convicção que ele teve para marcar o lance duvidoso do Atlético, que por azar dele a bola não entrou, foi a mesma convicção que ele não teve para marcar a bola que entrou para o América. Isso decidiu o jogo".

Mesmo com a derrota para o Atlético, o América continua a segunda posição na tabela com 13 pontos, dois pontos à frente do Atlético.

É uma pena que um elemento possa estragar todo um processo que vem dando certo, a maior competitividade do futebol mineiro. O bandeirinha Guilherme Dias Camilo foi o principal e único responsável pelo dissabor do que poderia ter sido um grande jogo, mesmo com o futebol fraco apresentado durante todo o jogo por ambas as equipes. Caso o primeiro gol não tivesse sido confirmado e o gol do América confirmado, o jogo poderia ter sido mais movimentado e com vontade de clássico. 

O Atlético está longe do seu grande futebol, o técnico interino, Thiago Larghi é fraco e não está a altura do Atlético. Por outro lado, o América que foi Campeão da Série B do Brasileirão do ano passado, vem fazendo um trabalho de estrutura dentro e fora de campo, muito bem comandado por Enderson Moreira.

Minas Gerais tem condições amplas de ter três grandes clubes de futebol no âmbito nacional, mas para que isso aconteça, não se pode ter um bandeirinha como Guilherme Dias Camilo em ação.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados