Câmara de Varginha barra construção de nova sede para o Legislativo

08.06.2017

 

Em fevereiro deste ano, uma Comissão Especial – CE - foi criada na Câmara Municipal de Varginha para apurar fatos certos e determinados relacionados à viabilidade e legalidade da construção de uma nova sede da Câmara Municipal de Varginha. O assunto foi levantado a partir de um pedido, em plenário, do vereador Joãozinho Enfermeiro, que questionou se a nova Gestão da Mesa Diretora daria continuidade ao projeto de construção de uma nova Câmara, iniciado pelo ex-presidente da Casa, vereador Rômulo Azevedo Ribeiro, em um terreno doado pelo Município, localizado na Rua Finlândia, no Parque Ozanan.
O pedido do vereador Joãozinho foi acatado pelo plenário e de imediato fora criada a Comissão Especial, que avaliou várias questões relacionadas ao assunto e na última segunda-feira (05) foi apresentado o relatório que apontou pela inviabilidade da construção da mesma.

No relatório foram descritos todos os trabalhados desenvolvidos pela Comissão, como avaliação de plantas e projetos; a localização da nova sede da Câmara, o interesse público mencionado na construção, depoimentos de servidores, prestadores de serviço e do ex-presidente Rômulo; fotografias; cópia do projeto de construção da sede, contratado pela gestão passada e outras documentações. 

Após toda essa análise, o relator da Comissão Especial, vereador Delegado Celso Ávila, emitiu o parecer final onde foi determinado que seja devolvido ao Executivo o terreno doado à Câmara para a construção de nova sede, bem como sejam encaminhadas cópias do relatório ao ex-presidente Rômulo Azevedo Ribeiro, ao Executivo Municipal e Ministério Público do Estado de Minas Gerais para que sejam tomadas as providências cabíveis.

O relatório foi assinado pelo vereador relator, Celso Ávila Prado, pelo presidente da Comissão, vereador Leonardo Ciacci e pelas vogais: vereador João Martins Ribeiro, vereador Cláudio Marcírio Vidal Abreu e vereador Eduardo Benedito Ottoni Filho. Assim que terminou de ser apresentado, foi colocado em discussão e foi aprovado por unanimidade dos 15 vereadores.

“É importante deixar claro que a atual gestão, no momento em que o país enfrenta grave crise econômica, com sérios problemas na saúde e educação e de acordo com os princípios da administração pública, não vê neste momento a necessidade de construir uma nova sede para a Câmara Municipal de Varginha”, concluiu o presidente do Legislativo, vereador Zacarias Piva.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2018 © Todos os direitos reservados