A lista que balançou Brasília

12.04.2017

 

A lista de delatores da Odebrecht que sacudiu Brasília ainda é uma incógnita para o povo brasileiro e para a justiça. Por enquanto, muito tempero sem ingrediente. Muitos dos delatores revelaram propinas a políticos brasileiros e no outro dia desmentiram suas delações. Tudo isso, acaba caindo no descrédito da população. São divulgações sem respaldo e sem provas documentais, apenas de boca. Hoje, qualquer um pode dizer que doou  a fulano e beltrano ou para certo partido político. Eles já não tem mais nada a perder, e assim vão envolvendo, sem provas, para prejudicar e arrebentar cada dia mais este país. O povo não é bobo. Sabe quem está envolvido no meio. Às atitudes de políticos e politiqueiros, são observadas, não há como confundir um político com boas intenções e um político ficha suja. 
Esperamos que a justiça venha transparecer o que muitos deles não desejam. Só assim, podemos ter verdadeira consciência dos relatos dos delatores. Que às investigações tomem rumo certo e rápido, pois, vem aí novas eleições e o Brasil precisa mudar. O Brasil precisa se libertar de politiqueiros e financistas do próprio bolso. De interesses que são particulares e não em favor do povo que o elegeu.  Por outro lado, o povo precisa tomar consciência do seu voto, do seus atos durante uma campanha política, não se deixar levar por promessas insignificantes e doações levianas. Anular o seu voto, já é o começo da irresponsa
bilidade, da impunidade. Como se pode cobrar de um representante de uma nação, se você como cidadão foi omisso, o primeiro a abdicar seu voto?
Estamos diante de um fato inédito neste País. A revelação de atos ilícitos realizados por políticos,  só vieram à tona, porque alguns justiceiros da polícia federal, tomaram à frente de tudo isso, encarando a pressão e até mesmo, a morte. Agora, você cidadão brasileiro, não pode deixar a peteca cair. Não seja fruto do meio, seja único, mesmo sabendo que amanhã, o seu voto não elegeu aquele que você enxergou como uma pessoa de bem e que poderá num futuro, trabalhar para o crescimento da nossa nação. Só assim, poderemos mudar esse país. 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados