A crise econômica está deixando milhões de desempregados e empresários falidos

18.01.2017

 

A crise econômica pela qual passa o Brasil, vem causando estragos. Hoje, já são mais de 12 milhões de desempregados e esse número deve crescer até junho de 2017. 
O setor mais atingido no Brasil foi o comércio. Às vendas de final de ano tiveram um decréscimo de 9,8% em todo país. O número de contratações no final do ano passado foi significativamente menor do que em anos anteriores. Mas tem um fator que é muito preocupante, o do pequeno e médio investidor. Em Varginha, por exemplo, abriu-se no ano de 2016, 477 novas empresas e fecharam 452 empresas. Ou seja, ficaram de pé apenas 25 empresas. Isto passa a ser um fator preocupante, pois, quem trabalhou a vida toda e recebeu os acertos trabalhistas para investir em um negócio próprio, vê suas economias irem pelo ralo num espaço muito curto de tempo. A falta de consultoria para se abrir um negócio, trazem esse resultado. O final de tudo isso é um ex-empregado que virou empresário, desempregado. Pois, não tem a empresa e muito menos o trabalho e suas reservas se foram. Para se abrir uma empresa, hoje no Brasil, é bom fazer uma consulta antes de investir. Os números de Varginha, foram fornecidos pela Junta Comercial do Estado de Minas Gerais.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados