Museu do Trabalhador tem 7,9 milhões de desvios

14.12.2016

No principal reduto do PT, fraudes envolvem três secretários do município, segundo Procuradoria da República. O Museu do Trabalhador foi criado para homenagear o movimento sindical no ABC paulista. Fraudados com desvios de R$7,9 milhões segundo a Procuradoria da República na operação Hefesta, confirmam os desvios de dinheiro na obra.

O Museu é conhecido popularmente como "Museu do Lula". As investigações apontam três secretários  com formação de quadrilha (Organização Criminosa), juntamente com cinco empresários para fraudar licitações e desviar dinheiro do projeto que começou em 2010. A procuradoria tenta evitar que às demais verbas sejam bloqueadas, pois existem  R$19 milhões que ainda não foram aportados ao empreendimento. Estão presos os dois secretários (obra e sub-secretário de obras) e mais cinco empresários.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados