Buscar

PROPINA AO INSTITUTO LULA COLOCA LUIZ INÁCIO RÉU PELA 4ª VEZ


A denúncia da força-tarefa que aponta repasse de Propina no valor de R$ 4 milhões pela Odebrecht ao Instituto Lula, e coloca Luiz Inácio lula da Silva réu pela 4ª vez junto com mais dois ex-executivos da empreiteira.

O ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto, também viraram réus pelo crime de lavagem de dinheiro em mais um processo da Operação Lava Jato.

De acordo com o Ministério Público federal (MPF), entre dezembro de 2013 e março de 2014, as doações da Odebrecht ao Instituto Lula foram para disfarçar os repasses no total de R$ 4 milhões.

Os ex-executivos Hilberto Mascarenhas Alves da Silva Filho e Alexandrino da Salles Ramos de Alencar foram denunciados posteriormente.

A denúncia se sustenta em documentos, mensagens eletrônicas, planilhas de pagamentos e recibos, além de depoimentos.


35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados