Buscar

OS PERIGOS À VIDA HUMANA CHEGAM DE FORMA VELOZ E LETAL DA MÃO DO PRÓPRIO HOMEM


O Planeta Terra está pedindo socorro aos seres humanos que não o correspondem há muito tempo. As desgraças decorrentes como incêndios, Chernobyl ameaçando de novo com fumaça contaminada, o novo coronavírus que os pesquisadores e a OMS (Organização Mundial de Saúde) tentam a qualquer custo isentar a China de sua responsabilidade, porque ninguém sabe! São respostas da natureza! É a revolta do planeta contra os seres humanos comuns e os seres humanos que o administram. Tudo tem limite, nós vivemos dentro de certos limites, o mundo em que vivemos também está no limite. Pois, vejam vocês! Quem diria que a maior potência do mundo iria se dá por vencida a um COVID-19? Na Austrália, há pouco, mais de 10,7 milhões de hectares foram queimados e muitas pessoas inocentes vieram a falecer. Mas a revolta planetária começou algumas décadas atrás com o acidente nuclear em Chernobyl, que matou e ainda irá matar muitas pessoas inocentes. O coronavírus vem como um tsunami varrendo continentes do mundo inteiro e poderemos chegar a mais de 300.000 mortes quando tudo isso se acabar. Mas quando tudo isso se acabar, será que teremos um mundo melhor? Será que as pessoas irão ver a humanidade mais concatenada concomitantemente visando dias melhores? Será que os comandantes das maiores potências mundiais irão comandar o mundo para o bem da classe humana? Ou estaremos bem próximos do fim do mundo?

João Bosco M. de Alencar

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados