Buscar

NÚMEROS DE CASOS SOB INVESTIGAÇÃO EM MINAS PASSOU DE 7190 PARA 7766 EM 24 HORAS


No estado de Minas Gerais os casos confirmados de coronavírus é de 128 pessoas até a noite desta segunda-feira (23), e o número de casos em investigação subiu de 7190 para 7766 em apenas 24 horas.

Belo Horizonte tem até o momento, o maior número de casos confirmados, chegando a 68. Na última quinta-feira (19), a capital mineira tinha apenas 30 casos, uma evolução de 126% em quatro dias.

No Sul do Estado, apenas Poços de Caldas tem um caso confirmado, uma mulher de 34 anos.

Varginha que tinha 36 casos sob investigação, esse número caiu para 18, informação da Secretaria da Saúde, na tarde desta terça-feira (23).

No Brasil, já são 1924 casos confirmados com 34 mortes, até a data de ontem.

O quadro nacional se equipara aos de países que mais estão sofrendo com a peste chinesa, e, se a população não seguir as determinações do Ministério da Saúde, o Brasil poderá estar entre os recordistas em números de casos e mortes causados pelo coronavírus em todo o mundo. Segundo os analistas da OMS, o Brasil tem uma evolução igual ou pior que Reino Unido, Alemanha e França. Para que haja uma queda nos números de casos, os grandes centros tem que paralisar em definitivo as suas atividades, sendo o Home Office uma medida preventiva.

Fora da Ásia, a Itália é o país que mais sofre com o vírus. Já são 50.418 casos e 6077 mortes, com 7432 casos recuperados, até o dia 23 de março.

Porque a Itália é o país que mais sofre com o vírus depois da Ásia? Sua população é na sua maioria composta por pessoas idosas, e isto vem favorecendo a proliferação do vírus naquele país.

“O Brasil tem a chance de jogar sabendo o resultado da outra partida, porque já viu o filme italiano. Comparar a curva de diferentes países não é um problema, muito pelo contrário”, diz Cartabellota.

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados