Buscar

Mais um programa da prefeitura de Varginha a favor da população


O Centro Municipal de Fisioterapia da prefeitura de Varginha, visando atender a demanda de pacientes de dor crônica, adaptou o programa de gestão de Dor da USP - Universidade de São Paulo, para as necessidades da população de Varginha.


Desta iniciativa nasceu o programa “Varginha Sem

Dor”, que por meio de uma

parceria dos fisioterapeutas com técnicos desportivos da SEMEL está educando a população no controle da dor, com isso gerando maior qualidade de vida aos participantes.


“A gente está pegando aqueles pacientes crônicos, com dores crônicas, e oportunizando participarem de atividades para ajudar a diminuir este incômodo da dor. Estamos alinhados com o plano de governo do prefeito do Verdi Melo o do vice Leonardo Ciacci no que tange uma população com vida longa e de qualidade”, explicou a coordenadora do Centro de Fisioterapia, a fisioterapeuta Luciana Almeida.


As aulas começaram nessa semana, já com 40 inscritos, na quadra da Semel, ao lado do Centro de Fisioterapia, onde quatro técnicos desportivos seguirão com os trabalhos por meio de exercícios laborais e funcionais. O objetivo é oferecer melhor qualidade de vida dos dos pacientes para que não sofram com o retorno da dor.


*‘’A dor é considerada um problema de saúde pública em função do alto custo e do impacto negativo que pode causar na qualidade de vida e nas capacidades funcionais do paciente. Estima-se que 30 a 35% da população sofram de dor crônica, ou seja, dor persistente com mais de três meses de duração. Muitos estudos científicos mostram que os exercícios físicos possuem uma capacidade de analgesia mais duradoura do que uma intervenção medicamentosa. Este recurso será ofertado para a população de Varginha através de profissionais extremamente qualificados e capacitados no tratamento da dor’’, explicou o técnico desportivo Anderson Massaud.

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados