top of page
Buscar

LARCAMÓN RECEBE CARTÃO VERMELHO POR SER O RESPONSÁVEL PRINCIPAL PELA PERDA DO TÍTULO MINEIRO


O técnico Nikolás Larcamón não é mais do Cruzeiro. Após ser apontado pela torcida como o principal responsável pela perda do título mineiro seu trabalho não chegou a quatro meses na Toca.

Larcamón, no primeiro jogo da final, armou o Cruzeiro totalmente diferente do time já vinha jogando e colocando três zagueiros. Foi o pior primeiro tempo do Cruzeiro de toda a temporada. Um jogo de ataque contra defesa, além dos erros, todo perdidos em campo. No intervalo, Larcamón tentou corrigir em parte a besteira que tinha feito e o Cruzeiro chegou ao empate.

No jogo de ontem, no Mineirão, o Cruzeiro deu seu primeiro chute ao gol aos 30 minutos do primeiro tempo, inexplicável, para um time que fez a melhor campanha do primeiro turno. Com a vantagem do empate, o Cruzeiro chegou a ampliar com o gol de Vital, que se machucou logo após o gol. Foi aí que Larcamón, mais uma vez, agiu errado, colocando o time para jogar com três zagueiros, repetindo o erro do primeiro jogo. Não tinha como ser diferente, Larcamón 3 x 1 Cruzeiro. O cartão vermelho recebido pela diretoria na manhã desta segunda-feira (8), foi mais que justo.

“O Cruzeiro comunica que decidiu pela descontinuidade de Nicolás Larcamón no comando técnico da equipe. Além do treinador, deixam o clube os auxiliares técnicos Javier Berges e Damian Ayude, o analista de desempenho Miguelangel Leopardi e o preparador físico Juan Cruz Monaco”. 


Comments


bottom of page