top of page
Buscar

LÍDER RELIGIOSA DIZ EM PREGAÇÃO QUE PT E A ONU SÃO ENTIDADES DO CAPETA


Em cerimônia realizada no dia 3 de outubro, um dia após o término do primeiro turno das eleições, a pregação de Débora Mendes (líder espiritual da Comunidade Mel de Deus), viralizou nas redes sociais.

Segundo Débora, caso o candidato do PT vença as eleições no dia 30 de outubro, a comunidade não poderá mais pregar sobre "viadagem" ou sacanear ou fazer humor sobre o assunto.

“É o sem gênero. Você é qualquer coisa que você puder ser. Essa ideologia aguçou a pornografia, o suicídios e a depressão”, disse Débora.

Na sequência, Débora reproduz uma notícia falsa sobre o "kit gay", que foi usada na campanha para presidente no ano de 2018, onde Fernando Haddad destribuíria materiais eróticos. “Eu vou falar bem rasgado com vocês para vocês entenderem. Pênis, mamadeira de pênis em São Paulo para crianças de 2 a 6 anos, Haddad colocou. Certo?”, afirmou a pregadora.

“Eu não acredito que na comunidade tem algum petista, né? Porque nem pode ter. É um plano de governo. E está lá escrito ‘agenda: aborto’”.

Segundo Débora, o PT tem uma cartilha junto à Organização das Nações Unidas (ONU) que incentiva o aborto. "Está escrito lá. Implantação toda a cartilha da ONU, que é do inferno, está lá escrita".

“Agora porque que no nordeste ganham? Só tem uma antena parabólica e a Globo. Não tenho outro recurso”, disse Débora, para justificar a vitória do petista na região.

Comments


bottom of page