top of page
Buscar

HADDAD DISSE QUE NÃO, MAS ESTHER DWECK DISSE QUE SIM "PARA INGLÊS VER"


O Ministro da Fazenda Fernando Haddad, anunciou nesta quarta-feira (10), que não haveria aumento para o funcionalismo público federal em 2024. Contradizendo as afirmações de Haddad, a Ministra de Gestão e Inovações, Esther Dweck, disse que no final haverá uma reposição na casa de 19% para o funcionalismo público, já contando com os 9% realizados em 2023, e que, segundo ela, está tendo um impacto muito forte no orçamento em 2024.

Nos cálculos de Esther Dweck, haverá no composto geral, um total de 19% de aumento até 2026. Pois, o espaço orçamentário está sendo preenchido por outras prioridades do presidente Lula.

Nesta mistureba toda, a realidade é que o governo gasta demais e está à procura de uma saída para cobrir os seus rombos, encontrou um Congresso bem diferente daquele dos seus dois primeiros mandatos e não tem fôlego para conceder o devido aumento do funcionalismo público federal, o que é de direito.

Para não sofrer com paralisações em diversos setores da administração pública federal, Esther deu uma entrevista no "Bom dia", mas não conseguiu transmitir nada de positivo, ou tentar justificar a falta de compromisso do governo com os funcionários públicos. O funcionalismo público não pode ser crucificado pelos excessos do governo. Portanto, deveremos ter paralisações em vários segmentos da administração pública federal.

Comments


bottom of page