Buscar

COMO ESTÁ O QUADRO DO CORONAVÍRUS NO SUL DE MINAS GERAIS


O coronavírus avançou por todo estado de Minas Gerais num crescimento espantoso. O número de casos mais que dobrou em todo o estado. No Sul de Minas, o quadro caminha de conformidade com os avanços do estado. Acima no gráfico foram incluídos os principais municípios e os que mais tem contágio na região. Extrema, por exemplo, é uma cidade com apenas 34.444 habitantes, sendo a primeira em contágio na região com 730 casos confirmados e 13 óbitos, um quadro apático pelo número de habitantes e um número muito alto de contágio. Pouso Alegre, com 150.737 habitantes, possui um número de contágio mais baixo do que Extrema, mas com o mesmo número de óbitos. Poços de Caldas, possui hoje, 166.085 habitantes, com 367 casos confirmados e 10 óbitos. Logo em seguida, vem Itajubá, com uma população de 96.869 habitantes, contendo 301 casos confirmados e 3 óbitos. Em seguida vem Varginha, com 131.269 habitantes, contendo 273 casos confirmados e 7 óbitos, e Três Corações, com 80.000 habitantes e 8 óbitos. Fora do gráfico acima, o que chama a atenção pelo alto número de óbitos é Lavras, que possui 117 casos com 19 óbitos. A cidade de São Lourenço, também já ultrapassou a casa dos 109 contaminados confirmados, com 2 óbitos. O Sul de Minas, ainda é uma região com baixo número de contágio, com exceção da cidade de Extrema, que fica localizada na divisa do estado de Minas Gerais e São Paulo. Isso demonstra que, o isolamento social realizados por algumas prefeituras deram resultados como, por exemplo, a de Varginha. A verdade é que estamos mexendo em uma casa de marimbondos, ou em um campo minado, não sabendo o que vem pela frente. É sempre uma caixa de surpresa. As secretarias municipais de saúde dos municípios tem trabalho incisivamente para tentar combater o vírus, mas a população precisa ajudar. Não é hora de sair de casa apenas para ver vitrines no comércio e ficar perambulando pelo centro da cidade. Saia somente com o objetivo em mente do que vai fazer e onde fazer. Evite aglomerações, respeite a distância entre as pessoas, use constantemente álcool gel, e o uso permanente de máscaras. Lembrando que, as máscaras precisam ser lavadas diariamente, com número máximo de cinco lavagens, depois devem ser descartadas. Ao chegar em casa, tenha na entrada de sua residência um pano embebecido com água sanitária ou hipoclorito de sódio. Passe os sapatos nele antes de entrar. São medidas necessárias que podem evitar o contágio. E por último, não programe churrascos e festas neste período, pois pode ser fatal para o contágio do vírus que não manda recado. Participe você também, seja responsável. Pois, juntos iremos vencer mais essa batalha.

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados