Buscar

A DRA. SUZIANA COMUNIAN FALA SOBRE A REVISTA PESSOAL DE EMPREGADOS


A revista pessoal de empregados é um assunto bastante controverso e tenho certeza que em algum momento você já se perguntou se é correto fazer. Ela é utilizada com o objetivo de evitar furtos no ambiente de trabalho, desviar materiais perigosos e manter a vigilância no ambiente de trabalho. Mas como deve funcionar na prática? Existem algumas questões a serem observadas quando se escolhe fazê-la. O mais importante é que a revista seja impessoal. Aí você me pergunta como assim? Vou explicar melhor. A revista nunca deve ser abusiva, ou seja, não deve ter contato físico ou exposição parcial ou total da nudez do empregado. No momento da revista pode-se pedir para trabalhador retirar objetos de bolsas e sacolas, bem como utilizar detector de metais, scanner portátil ou raio X (como os usados em aeroportos). Muito importante também é que essa revista seja feita de forma aleatória e indiscriminada. Isso significa que não se deve insinuar a prática de furto para justificar a revista. Por fim, cumpre destacar que a prática da revista, quando adotada, deve ser feita em local reservado, de modo a evitar a exposição e constrangimento perante terceiros. Tal postura é importante porque expor o trabalhador ao constrangimento e a situações vexatórias configura assédio moral passível de indenização.

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados