Buscar

Roubaram uma das estátuas do mausoléu do Marechal Deodoro


Roubaram a estátua de D. Rosa Paulina da Fonseca, mãe do Marechal Deodoro da Fonseca, 1º presidente do Brasil.

A estátua que pesa 400 quilos e 2 metros de altura, confeccionada em cobre, provavelmente, foi roubada para ser derretida e o cobre vendido. No mausoléu, encontram-se os ossos dos ex-presidente. O furto aconteceu na Glória, zona sul da cidade do Rio de janeiro.

A Secretaria de Conservação, afirmou ontem que irá fazer uma ocorrência policial durante o dia de hoje, e também, fará um levantamento orçamentário, onde será feita uma nova licitação para a reposição de uma nova estátua.

A surpresa, é o Rio de Janeiro ter uma secretaria para gerir monumentos e chafarizes, podemos dizer que é um grande cabide de emprego.

O monumento deveria ser vigiado por câmeras de segurança, não só a do Marechal Deodoro, mas qualquer outra que faça parte da história brasileira. A estátua de Carlos Drummond de Andrade só não foi roubada do calçadão de Copacabana porque não é de cobre, senão ela já tinha desaparecido.

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados