Buscar

"Quem apoia Bolsonaro tem desvio de caráter" - Diz Felipe Santa Cruz - Presidente da OAB


Após classificar o discurso de racista, homofóbico e machista, Felipe Santa Cruz fez severas críticas ao presidente da república Jair Bolsonaro. Para Santa Cruz, em um café da manhã com jornalistas, na sede da OAB, em Brasília, afirmou que "quem apoia Bolsonaro tem desvio de caráter" e foi mais longe ainda, disse que não duvida da participação da família Bolsonaro no caso Marielle.

"Ele (Bolsonaro) preside a minoria. Namora os 12% que apoiam a ditadura, de 12 a 20%, namora os 10% que são racistas, homofóbicos e machistas, ele namora os 10%... ele faz um conjunto de 30% dos piores sentimentos do povo brasileiro. Eu sinceramente acho que quem segue apoiando o governo...Estou convencido, e vou falar uma coisa dura. Quem segue apoiando o governo é porque tem algum desvio de caráter", afirmou Santa Cruz.


"Digamos que 10% estão pela agenda econômica, 5% o Paulo Guedes vem de um liberalismo radical que tem apoio da sociedade brasileira, mas o conjunto é dos piores sentimentos do povo brasileiro. Eu diria que, de interesses legítimos, que defendem o armamento, eu posso concordar ou não, a discussão existe em vários lugares do mundo. E 5 a 10% são liberais extremados e veem no governo do Paulo uma privatização geral, o Posto Ipiranga. Agora, o resto tem desvios que eu entendo como elementos essenciais de vida democrática. Não é possível uma sociedade baseada no racismo, machismo, perseguição às minorias, ódio aos índios. É esse sentimento que está amalgamado em torno da plataforma do presidente. É duro o que eu vou falar, mas é jogo democrático. Cabe aos outros campos combater essas agendas".

Perguntado por um repórter se há possibilidade de algum integrante da família Bolsonaro ter envolvimento com o caso Marielle Franco, Santa Cruz, respondeu: "Não duvido".

Felipe diz não ser recebido pelo Ministro da Justiça Sérgio Moro. Este é o pior momento na história da relação entre OAB e o Ministério.

"Não tem diálogo nenhum. Na ditadura, isso acontecia".


35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados