Buscar

Os gastos sigilosos realizados com o Cartão Coorporativo de Dilma Rousseff são revelados


Despesas com gastos e e extravagâncias que "solicitou ao Palácio do Planalto a abertura dos arquivos que registram as despesas com cartão corporativo da petista e também de Lula e Michel Temer. " legislação determina o sigilo de 98% das despesas da Presidência da República e a confidencialidade dura até o final do mandato.

As revelações com os gastos são realmente surpreendentes, e como quê foram gastos. Os valores são absurdos, assim, não há país no mundo que não entre em uma crise financeira.

A matéria que divulgamos a seguir, é da Gazeta do Povo na data de hoje.

"Dilma viajou para a Base Naval de Aratu, no município de Salvador, para passar o réveillon e alguns dias de folga, no final de dezembro de 2011. Só com a lavagem de roupa de cama, mesa e banho foram gastos R$ 3,8 mil. Também foram gastos R$ 340 com o aluguel de filmes clássicos na Cult Vídeo. A locação de um gerador de energia elétrica para iluminar as instalações da base custou R$ 10 mil. Tudo pago com cartão corporativo.

Um verdadeiro séquito de servidores acompanhou a presidente, desde seguranças até empregados domésticos. A lancha utilizada pela presidente Dilma e convidados durante a sua permanência na base naval foi alugada por R$ 20,4 mil (valor da época). O relatório da viagem informa que a despesa foi paga “em espécie” porque o fornecedor não trabalhava “com nenhum tipo de cartão de crédito”.

"Todos os gastos dos cartões Reportagem publicada no blog em 1º de agosto mostrou que, no último ano completo da presidente Dilma, as despesas com cartão corporativo alcançaram R$ 26 milhões (em valores atualizados) até o mês de junho – 25% a mais do que no atual governo no mesmo período. Mas o blog mostrou também que o presidente Jair Bolsonaro mantém em segredo mais de dois terços das informações sobre gastos com cartões corporativos do governo federal, num total de R$ 13,5 milhões, seguindo práticas de administrações anteriores.

As maiores despesas pagas com cartões são feitas nas viagens nacionais e internacionais. Nas viagens locais, onde o presidente participa de festividades e outros eventos, é necessária a mobilização de um grande contingente de seguranças, policiais e até militares, o que resulta em gastos com transporte, alimentação e hospedagem. Trataremos disso nas próximas reportagens."


35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados