Buscar

Um time que vive do passado torna a Copa Sul Americana o lixo da menina dos olhos do Atlético


O Clube Atlético Mineiro é, com certeza, um dos maiores times de futebol do Brasil. Mas, hoje o torcedor atleticano vive do passado, um passado não tão próximo assim. Há quase meio século, mais precisamente, há 48 anos, o galo não sabe o que é ganhar o Brasileirão. Foi vencedor do primeiro título da competição em 1971, daí pra frente, somente a foto da chuteira ao lado, usada naquele campeonato, ficou na lembrança dos torcedores atleticanos que, fazem hoje, da Copa Sul Americana, que para muitos é o lixo continental, o brinco de ouro a ser conquistado.

É duro ser atleticano de 48 anos de idade, quase meio século, e não ter visto o seu time ser Campeão Brasileiro. É duro para o atleticano adolescente de 18 anos, não ter visto o galo erguer a taça de Campeão Brasileiro. Se continuar assim, não haverá, daqui a pouco, um atleticano vivo para contar o feito de 1971.

Então, temos a dizer: O torcedor Atleticano é cheio de esperanças, até à morte. É um exemplo para qualquer outro torcedor do Brasil. A esperança é a última que morre! Qual o caminho a ser traçado para que o Galo seja bicampeão Brasileiro?


35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados