Buscar

Para dar destino ao fundo de valores da Lava-Jato Alexandre de Moraes convoca reunião


Há um verdadeiro imbróglio em cima do Fundo de Valores da Lava-Jato que foi retido pelo Ministro Alexandre de Moraes (STF) e está depositado em uma conta judicial aguardando o seu destino, ou destino correto.

No geral, uns querem que a verba seja destinada a uma finalidade e outros para outra finalidade. Por esse motivo, Alexandre de Moraes determinou que a verba ficasse retida em uma conta judicial até que se tivesse um acordo coeso para destinação da mesma.

Com a histeria da Amazônia, Raquel Dodge (Procuradora Geral da República) solicitou que parte da verba seja para combater os incêndios florestais. Rodrigo Maia (Presidente do Congresso Nacional), solicitou que R$ 800 milhões sejam vinculados a rubricas orçamentárias destinadas à prevenção e ao combate de incêndios florestais em duas partes iguais. E o restante R$ 1,5 bilhão seriam destinados ao FNDE para custear despesas relacionadas ao financiamento de universidades públicas e institutos federais de educação, e à aquisição e distribuição de livros didáticos e ao apoio à pesquisa.

Enquanto isso, a edução está à míngua, as fronteiras estão sem fiscalização. Nosso ouro deixa o Brasil sem ser contabilizado. Sem retorno, deixam ao léu o povo brasileiro.


35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados