Buscar

Fórmula 1 é decidida no tapetão no Grande Prêmio do Canadá. Mais uma falta de vergonha do esporte


A Fórmula 1 perde seu brilho a cada ano - Passando a ser um jogo de interesses - Vettel vence mas não leva.


O Grande Prêmio de Fórmula 1 do Canadá, realizado neste (9), foi uma decepção para quem estava no autódromo e para o restante do mundo que assistiram a prova pela televisão.

Sebastian Vettel largou na pole, na volta de número 48 saiu da pista e, tentando controlar seu carro e colocá-lo de volta, fechou Louis Hamilton que vinha na segunda posição e tentou aproveitar do erro do alemão, justamente por ser uma corrida, a volta a pista do carro da Ferrari, não tinha como trocar de traçado, já que o piloto o tinha perdido. Em uma corrida é natural a luta por posições. Vettel não fechou Hamilton na volta a pista, mas foi a situação que o fez fechar o carro de Hamilton. A comissão de prova não entendeu assim e penalizou Vettel em 5 segundos. O alemão cruzou a linha de chegada em primeiro, mas ficou em segundo de acordo com a punição indevida da comissão de prova.

Sebastian Vettel, muito revoltado, não levou seu carro no local onde os carros dos três primeiros colocados são emparelhados como em toda prova de Fórmula 1. Ele(Vettel), não iria aparecer para receber o troféu de segundo colocado, quando os seus colegas da Ferrari o convenceram a ir receber o prêmio. Foi aí, que o pessoal da arquibancada mostrou sua insatisfação, aplaudindo Vettel e vaiando a comissão pela punição.

Como parte de sua revolta, antes de subir para receber o troféu, Sebastian Vettel trocou as placas que identificavam o resultado da prova. Colocou em frente ao carro de Hamilton o número 2 e o número 1, colocou ao lado onde não havia nenhum carro.

Quem acompanha a Fórmula 1, lembra-se que Schumacher, quando espremeu Rubens Barrichello no muro e nada aconteceu. É por essas atitudes que a Fórmula 1 vai perdendo o seu encanto.

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados