Buscar

Quem não deve não treme "Câmara transfere Coaf para Economia"


A proposta de Sérgio Moro foi recusada pelo Congresso Nacional e passou o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), responsável pelo combate as fraudes financeiras e de lavagem de dinheiro para o Ministério da Economia e Segurança Pública. A manutenção no Ministério da Justiça foi rejeitada por 228 votos a 210. Confira no link os deputados que votaram contra e a favor: https://especiais.g1.globo.com/politica/2019/o-voto-dos-deputados/#/projetos/coaf-no-ministerio-da-justica/

Um fato interessante foi a votação do Partido dos Trabalhadores que foi unânime contra a manutenção da Coaf no Ministério da Justiça, assim como o PP e PCdoB.

Foi uma derrota particular do Ministro da Justiça, Sérgio Moro. Foi uma concentração dos partidos de oposição e do Centrão.

Em rede social, o ex-juiz, lamentou a decisão, agradecendo os 210 votos que lhe foram favoráveis. O texto ainda passará pelo senado, antes de ser enviado para a sanção do presidente da República.


35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados