Buscar

O Samba está de luto "morre Beth Carvalho"


A rainha do samba nos deixou neste dia (30), às 17:33, no Rio de Janeiro, quando sua morte foi confirmada pelo seu empresário e também pelo Hospital Pró-Cardíaco. A causa da morte foi infecção generalizada. Beth tinha 72 anos e neste 2019, ficou mais dentro de um hospital que dentro de sua residência. Por problemas lombares, Beth já tinha se afastado dos palcos, quando apareceu em seus últimos shows cantando deitada.

Beth Carvalho era dona de uma voz única e foi uma das grandes vedetes do samba brasileiro, apadrinhou Zeca Pagodinho e foi responsável por muitos sucessos na carreira. Muitos compositores ficaram conhecidos na voz de Beth, que fazia questão de lançá-los. Ela apareceu na época dos festivais quando apresentou a música "Andança" ainda nos anos 1970. De lá para cá, Beth emplacou vários sucessos como: Coisinha do Pai, As Rosas Não Falam, Saco de Feijão, 1800 colinas, Coração Feliz e muitos outros. Trouxe de volta com uma grande interpretação o sucesso "A vida é um Moinho".

Com todo sampa no pé e afinação na voz, a maior paixão de Beth Carvalho era a "Estação Primeira de Mangueira". Amiga de Cartola (um dos fundadores da escola), Beth viveu seus melhores dias e sua maior satisfação. Deus no céu e Mangueira no coração, assim vivia a rainha do samba, uma das mulheres que enriqueceu a música popular brasileira e confirmou, juntamente com outros sambistas, a música genuína do Brasil "o Samba". A rainha nos deixou, mas seu nome estará inscrito na eterna história da música e do samba brasileiro. Que as portas do céu se abram para ela com um batuque genuinamente brasileiro, pois o show tem que continuar.

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados