Buscar

"Pelo menos não é um bando de cachaceiro" - Disse Jair Bolsonaro após ficar sabendo da ent


Após um ano de prisão, Luis Inácio Lula da Silva concede a sua primeira entrevista a Mônica Bérgamo. Primeiramente, é a primeira vez que vejo um político preso por corrupção dar entrevista. O que não deveria acontecer.

Nesta entrevista, Lula diz que o Brasil está sendo governado por um bando de malucos e sugeriu que a equipe de Jair Bolsonaro deveria fazer uma autocritica. Declarações cínicas que foram logo rebatidas pelo presidente da república: "Pelo menos não é um bando de cachaceiro". "Eu acho que o Lula, primeiro não deveria falar, falou besteira "maluco"!, quem é o time dele? Grande parte está preso, está sendo processado. Tinha um plano de poder onde nos finalmente roubaria a nossa liberdade. É um equívoco, um erro da justiça, ter dado o direito a ele dar uma entrevista. Presidiário tem que cumprir a sua pena e não dar alteração".

Lula deve ter tido neste ano de prisão um surto de amnésia ao fazer estas declarações. Diz em sua entrevista que a elite brasileira deveria fazer uma autocrítica. Diz que o Brasil está submetido a um bando de malucos, mas esqueceu de lembrar, ou não quis relembrar que a maluquice resultou numa reação da sociedade brasileira contra um bando de ladrões, identificado pela operação Lava-Jato nas administrações petistas. Lula receita a alto-crítica aos outros, mas se abstêm de fazer a sua própria autocrítica. Foi nas gestões petistas que o Brasil entrou na pior recessão da história e conheceu o maior estado de corrupção e propinas.


35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados