Buscar

O Conselho Monetário Nacional muda regras de financiamento elevando o teto e o uso do FGTS


O Conselho Monetário Nacional muda as regras para financiamento de imóveis e espera com essas medidas, estimular a "Construção Civil" no país. Passou de 950 mil para 1,5 milhão o teto de financiamento com o uso do FGTS nos estados de MG, SP, RJ e DF. No restante do país, as novas regras entram em vigor em 1 de janeiro de 2019. As mudanças são para o sistema SFH ( Sistema Financeiro de Habitação) que tem 12% de correção máxima anual estipulada pelo governo.

O governo tinha receio que, com as novas regras, o FGTS teria impacto negativo, o que não aconteceu nos meses de fevereiro e dezembro de 2017, quando novo o teto foi testado.

A partir de 2019 os bancos estarão livres para estipularem taxas e juros de financiamento de imóveis, não precisando mais cumprir regras do (Sistema Financeiro de Habitação), ou seja, as taxas e juros, serão negociadas caso a caso pelo banco e os índices que irão corrigir os valores dos contratos. Com as novas regras, o Banco Central espera uma injeção de R$ 80 bilhões no crédito imobiliário.

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados