Buscar

Desembargador que foi filiado ao PT tenta libertar Lula, mas esbarra no TRF-4 e Luís Inácio continua


Rogério Favreto poderia não passar por situações constrangedoras, mas o TRF-4 não deixou por menos. Agora, os holofotes da justiça de todo o país irão conhecer Rogério Fraveto, como o Desembargador que foi filiado ao PT e tentou tirar Lula da cadeia em um plantão de domingo. Sérgio Moro não cumpriu a ordem do Desembargador e manteve Lula na cadeia por entender que o Desembargador não poderia passar pela determinação de um colegiado. Ou seja, vamos ver se cola! A justiça agiu rápido e desordenou a liberdade dada por Rogério Fraveto, mantendo Lula na cadeia, por entender que não houve nenhum fato novo e Lula já estava condenado pelo TRF-4, cabendo assim, a nulidade da ordem dada por Rogério.

Rogério foi filiado ao PT no estado do Rio Grande do Sul e, foi procurador geral da prefeitura de Porto Alegre na era Tarso Genro na década de 90. Em 2005, ganhou um gabinete na Casa Civil do goveno Lula. Em 2007, assumiu o comando da Secretaria da Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça, onde ficou até 2010. Em 2011, foi a Desembargador por Dilma Rousseff.

"O Desembargador Federal plantonista, com todo respeito, é autoridade absolutamente incompetente para sobrepor-se à decisão do Colegiado da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) e ainda do Plenário do Supremo Tribunal Federal", disse Moro