Buscar

A Basílica de Bom Jesus do Matozinhos foi reaberta ao público e atraiu uma grande multidão


Um dos maiores patrimônios religiosos de Minas Gerais está de portas abertas e atraiu um grande número de turistas nesta quinta-feira. Após 5 anos de restauração, a cidade de Congonhas está em festa. O povo congonhense foi ver de perto a nova basílica.

Para comemorar a abertura houve a apresentação de coral, peça teatral, dobra de sinos da basílica e orações.

A basílica foi totalmente restaurada, as pinturas de 1732, os doze profetas esculpidos em pedra sabão por Manuel Francisco Lisboa, o Aleijadinho, a um custo de 2,7 milhões de reais. Dois milhões duzentos e cinquenta vieram do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) das cidades históricas. E o Ministério Público Federal conseguiu R$ 450 mil por meio de um Termo de Ajustamento de Condutas com a mineradora Anglo Gold.

A basílica foi tombada pela Unesco em 1985 como patrimônio cultural mundial. Quem ainda não conhece, é um bom passeio conhecer a praça com seis capelas que envolve também a basílica.




35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados