Buscar

Pedro Parente pede demissão da Petrobras


O presidente de Petrobras Pedro Parente pede demissão da estatal

Na manhã dessa sexta-feira 1, Pedro Parente deixa a presidência da Petrobras e diz ter deixado a estatal bem melhor do que quando assumiu o comando.

Hoje, faz exatamente dois anos que Parente tinha assumido a presidência. ele assumiu em 1º de junho de 2016.

Pedro citou a política assumida por ele foi a responsável pela sua demissão. Diz que os resultados assumidos provam que foi correto a política de aumento dos combustíveis.

Os constantes aumentos dos preços dos combustíveis sem conservar os preços do diesel, foi a gota d'água para a greve dos caminhoneiros que parou o país de norte s sul e causou um prejuízo de mais de R$ 70 bilhões aos cofres dos governos estaduais e da união.

"Diante deste quadro fica claro que a minha permanência na presidência da Petrobras deixou de ser positiva e de contribuir para a construção das alternativas que o governo tem pela frente", finaliza Pedro Parente.


35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados