Buscar

Cruzeiro atropela Universidad de Chile e emplaca 7 com show de Arrascaeta


Jogo válido pela 4ª rodada da Taça libertadores desencantou o time de minas. O Cruzeiro relembrou os elencos dos anos 60. Começou o jogo em cima da Universidade do Chile e foi logo marcado aos 8 minutos do primeiro tempo numa falta muito bem cobrada por Thiago Neves. Terminou o primeiro tempo com um placar, até mesmo, recheado de gols. Com 3 x 0, voltou para o segundo tempo com o jogo na mão. Para piorar a situação do time chileno, Viches e Echeverría foram expulsos. O Cruzeiro mandou no jogo durante os 90 minutos. Foi um festival de gols fechando a partida com um placar elástico, 7 x 0. Thaigo Neves, Sassá e Rafinha fecharam o primeiro tempo. No segundo tempo, Thiago Neves, Sassá, Rafael Sobis e Arrascaeta fecharam o placar.

Arrascaeta, foi sem dúvida o melhor jogador em campo. Provocou a expulsão dos dois chilenos, deixou o seu e fez várias assistências.

CRUZEIRO: Fábio; Edílson (Lucas Romero), Dedé, Léo e Egídio; Henrique (Ariel Cabral), Lucas Silva, Rafinha e Thiago Neves; Arrascaeta e Sassá (Rafael Sóbis). Técnico: Mano Menezes

UNIVERSIDAD DE CHILE – Herrera; Jara, Vilches, Echeverría, Matías Rodriguez, Reyes, Pizarro (Contreras), Beausejour, Araos, Soteldo (Rafael Caroca), Pinilia (Guerra) Técnico: Guilhermo Hoyos


35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados