Buscar

Ministro Gilmar Mendes ironiza Sérgio Moro e diz que é melhor seguir o Código Penal de Curitiba


Ao analisar o Habeas Corpus de Antonio Palocci, o Ministro da Corte Gilmar Mendes, ironizou o juiz federal de Curitiba Sérgio Moro.

"Nós tornamos as prisões provisórias do doutor (Sérgio) Moro em prisões definitivas. Esse é o resultado nesses casos. É melhor suprimir a Constituição Federal, já que tem o Código Penal de Curitiba. Deviam criar a Constituição de Curitiba também", ironizou o ministro.

"O que estamos fazendo com o habeas corpus?", questionou Gilmar, numa indireta aos cinco colegas que votaram pelo não conhecimento da ação de Palocci. "Esse tribunal só não é menor por causa das figuras que o compuseram no passado", disse o ministro.

Gilmar citou que Ministros, aqueles que não conheceram o Habeas Corpus de Palocci, decidindo não os julgar no mérito "para agradar a opinião pública".

Com todo os respeito ao Ministro Gilmar Mendes, mas o povo quer a solução, o povo quer justiça, o povo quer um país melhor. O povo tem consciência que um Antonio Palocci solto, não daria o mesmo retorno a Polícia Federal das informações necessárias. Palocci ainda tem muito a revelar. E assim, foram feitos com vários detidos na "Operação Lava-jato". Não fosse isto, a operação não teria chegado onde chegou. A Corte não tem que votar pela Opinião Pública. A Corte tem que votar pela coerência e pela segurança de seu povo. Todos os Ministros da Corte, sem exceção, tem consciência da lei, como também, tem consciência das medidas, "inclusive do Habeas Corpus", Negar o HC a Palocci é responsabilidade com a nação. É isso que o povo quer. Assim, tem que ser o novo Brasil. Pois, do jeito que está, eu também não quero esse país para os meus filhos.


35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados