Buscar

Chegada de Dilma desarticula planos de apoiadores do governador Fernando Pimentel


Quem pode, pode. Quem não pode, toma bença

Com a estratégia do PT, Fernando Pimentel deve perder a maioria do apoio político para tentar reelege-lo. Dilma chega a Belo Horizonte orientada a ser candidata a uma vaga no senado pelo estado de Minas Gerais. Sendo assim, MDB, Podemos e PHS, devem deixar o governo na solidão. Foi uma decisão nacional da cúpula do PT. Mas, ninguém quer apoiar uma candidata ao senado, sendo ela, uma presidente impedida devido a pedaladas fiscais. Ainda por cima, o governador tem um agravante financeiro. Repasses atrasados a municípios e salários atrasados e pagos parceladamente (escalonamento de salários).

No passado, Pimentel foi ministro do governo Dilma, quando ela era presidente. Adalclever Lopes, presidente da (ALMG), deve retirar seu apoio a candidatura de Fernando Pimentel. E agora, o próprio presidente da Assembleia, se vê também sem apoio. Foi um tiro no pé. Ele estaria visualizando uma vaga como vice ou ser apoiado para o senado. Josué Alencar pode ser o vice de Pimentel e Dilma concorre ao Senado. Só lhe resta agora, apoiar Rodrigo Pacheco que deixou o MDB devido ao apoio do partido ao PT, ou apoiar Antonio Anastasia.

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados