Buscar

Há muita controvérsia nos tiros contra os ônibus da caravana de Lula


Os relatos dos próprios ocupantes da caravana, do motorista são conflitantes e contraditórios. O depoimento do motorista não confere com o depoimento dos ocupantes e vice e versa. Tá cheirando a armação.

Para Jair Bolsonaro, é pura armação. Os próprios petistas atiraram contra o ônibus.

“É tudo mentira. Está na cara que alguém deles deu os tiros. A perícia deverá ficar pronta entre hoje (ontem) e amanhã (hoje) e vai apontar a verdade”, disse o deputado no fim do dia, em Ponta Grossa (PR).

“Lula quis transformar o Brasil num galinheiro, agora está por aí colhendo ovos por onde passa”, disse, discursando em cima de um carro de som.

O candidato a presidente ironizou a prisão de Lula. “Não quero ele na cadeia. Quero ele em cana. Ele não gosta tanto de cana, vai levar cana".

Houve uma manifestação de 200 pessoas em Curitiba que caminhavam de encontro ao palanque onde foi realizado o discurso de Lula, mas a polícia os impediram de seguir adiante. “Lula, ladrão, seu lugar é na prisão”. Foram o que pregaram os movimentos contrário ao ex-presidente.


35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados