Buscar

Prefeitura de Varginha pede esclarecimentos sobre resíduos lançados no Rio Verde


A Prefeitura Municipal de Varginha através da SEMEA - Secretaria Municipal de Meio Ambiente, informa que a fiscalização deste tipo de empreendimento fica a cargo da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, órgão que o licencia e também da ARSAE - Agênia Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e Esgoto. Porém mesmo não sendo de sua responsabilidade, a SEMEA preocupada com o bem estar de toda a população, solicitou esclarecimentos sobre o fato à concessionária de água e esgoto ( COPASA ), a qual imediatamente respondeu:

“ A COPASA informa que o efluente lançado no Rio Verde, na cidade de Varginha, é tratado segundo as normas e padrões vigentes na legislação ambiental, e é proveniente da ETE ( Estação de Tratamento de Esgoto ) São José. A coloração mais escura do efluente tratado na ETE São José é característica do sistema de tratamento biológico (UASB) implantado nessa unidade, o qual é realizado por bactérias anaeróbicas. No entanto, essa coloração não significa problemas no tratamento e sim uma característica do mesmo, haja vista que a eficiência do tratamento nessa unidade atende aos padrões exigidos pelos órgãos ambientais pertinentes.

A Companhia está presente em 635 municípios mineiros e trabalha com transparência, colocando-se à disposição dos municípios, Câmaras Municipais, Assembleia Legislativa e população para prestar esclarecimentos de suas ações e realizações. A Companhia afirma estar sempre aberta ao diálogo e pronta para responder todos os questionamentos. “


35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados