Buscar

Brasil tem a menor inflação acumulada desde 1998


A inflação acumulada em novembro chegou a 2,5 %, ou seja, despencou. Muitos produtos da cesta básica foram responsáveis por esta queda. Arroz, feijão, farinha e açúcar contribuíram para a queda da inflação 2017.

O Brasil não assistia uma redução significativa desde o ano de 1998, quando o Plano Real tinha apenas 4 anos de vida.

A queda poderia ser mais acentuada se não fosse o gás de cozinha. Mediante as novas normas da Petrobras de avaliar o preço do produto disparou, que por sinal, já está sendo revisto, pois não há como o brasileiro sustentar o preço do gás mediante tal avaliação. O gás teve um aumento de 14,75%, como seu peso não é tão grande no cálculo da inflação, o impacto foi menor.

O Brasil deve voltasr a crescer ainda a pequenos passos, mas deve ter um crescimento em 2018 na casa dos 3%. O que é uma vitória para o governo e a equipe econômica. Deve reduzir significativamente o desemprego, que deve chegar no final de 2018 com um índice de 5% a 6% ou abaixo. Deveremos ter entre 5 milhões e 6 milhões de desempregados. O que também é uma vitória para o governo de Michel Temer.