Buscar

Preso no Rio Anthony Garatinho e Rosinha Matheus


Ex-governador fala em perseguição política

O juiz Glaucenir de Oliveira decretou mais uma vez a prisão de Anthony Garotinho e sua esposa Rosinha Garotinho. Segundo Garotinho, isso ocorre, por ele ter denunciado o desembargador Luis Zveiter a Procuradoria Geral da República. Glaucenir, já tinha decretado a prisão de Garotinho no ano passado.

Segundo Garotinho, ele tinha sido alertado na semana passada por um agente penitenciário sobre uma reunião entre Sérgio Cabral e o Deputado Estadual Jorge Picciani. Garotinho disse que "Picciani revelou que iria dar um tiro na sua cara", segundo o agente.

Relata que irá para o presídio de Benfica, onde estão os presos da Lava-Jato e diz que a operação a qual respondem não tem nada haver com a Lava-Jato.

Segundo a Política Federal, a ação apura os crimes de corrupção, concussão (recebimento de dinheiro indevido ou obtenção de vantagens), participação em organização criminosa e falsidade na prestação das contas eleitorais.

Segundo o MPF há indícios de que uma empresa no processamento de carnes firmou contrato fraudulento com uma empresa sediada em Macaé para prestar serviços de informática. Para a polícia os serviços serviam para mascarar repasses irregulares de campanha política no valor de 3 milhões de Reais.

A assessoria de Garotinho se manifestou por meio de nota - "querem calar mais uma vez o ex-governador".


35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados