Buscar

Grupo Melitta anuncia fábrica para Varginha


Estratégia visa expandir a presença das marcas do Grupo na região com mais uma unidade de produção de cafés torrado e moído


O grupo alemão Melitta, companhia especialista em café, anunciou nesta quinta-feira, 5, a construção de uma nova fábrica em Varginha. A assinatura do contrato para a aquisição de uma estrutura fabril no Distrito Industrial Cláudio Galvão Nogueira, ocorreu na Prefeitura de Varginha, entre presidente da Melitta para a América do Sul, Marcelo Del Nero Barbieri, o prefeito Antonio Silva e o representante da Tormep, o advogado Angerlo Giardielo.

A quarta unidade fabril no País tem como principal objetivo crescer e fortalecer ainda mais a participação das marcas do Grupo Melitta no mercado mineiro, mantendo a estratégia da empresa de expandir cada vez mais a sua presença nos lares brasileiros.

A estimativa é que a nova fábrica entre em operação no segundo semestre de 2018, com foco na produção das marcas de café torrado e moído. “A nova estrutura faz parte do plano de crescimento da companhia, que visa conquistar cada vez mais consumidores no Brasil, oferecendo cafés, filtros e acessórios para o preparo de café com qualidade”, destacou Marcelo Del Nero Barbieri, presidente da Melitta para a América do Sul.

O aporte da multinacional alemã no mercado mineiro foi iniciado em abril deste ano, com a aquisição da marca Café Barão, em Minas Gerais. “Foi o primeiro passo para fortalecer as nossas marcas e acelerar o nosso crescimento em Minas Gerais e no Brasil. Identificamos um forte potencial de crescimento para a marca Melitta, para toda a nossa linha de produtos e especificamente para a marca mineira Barão”, reforçou Barbieri.

A nova fábrica de Varginha atenderá à demanda dos consumidores mineiros e também de outras regiões do Brasil. “A nova unidade, contará com investimento inicial acima de R$ 8 milhões de reais, estará instalada em um terreno de 26 mil metros quadrados e terá 3.800 m2 de área construída, que foi dimensionada para atender ao crescimento do mercado e das marcas do Grupo Melitta. Nossa expectativa é gerar faturamento próximo a 200 milhões de reais nos próximos 4 anos a partir da unidade de Varginha”, finalizou o executivo.

Para o prefeito Antonio Silva a vinda da Melitta para Varginha é de grande importância para a economia local. “Estamos certos de que foi uma excelente escolha por nossa cidade, e que este pensamento traduz o sentimento de toda a nossa população e da nossa equipe que trabalhou por este dia. Conseguimos cumprir rigorosamente o cronograma previsto e agora nos resta desejar sucesso à Melitta”, disse Antonio Silva.

Participaram ainda da solenidade o vice-prefeito Vérdi Melo, o secretário municipal de Indústria, Pedro Gazzola, o Procurador Geral do Município, Evandro Santos, o Chefe de Serviço de Integração Empresarial, Ricardo Takei, e o empresário Edson Meneguelli. Pela Melitta o Diretor de de Marketing Jonatas Rocha, o Diretor Corporativo Daniel Muiller, o advogado Thomas Brinqui, Enderson Marcel, que será o gerente da fábrica em Varginha e Valéria Santoro, da Agencia Ketchum.




Sobre a Melitta

A Melitta do Brasil representa o segundo maior faturamento do grupo em todo o mundo, atrás somente da matriz na Alemanha.

A Melitta é uma companhia que desenvolve produtos que ofereçam aos consumidores o máximo do prazer do café. A empresa tem em seu portfólio café Melitta, filtros, acessórios e as marcas café Bom Jesus e Barão. Multinacional alemã, a Melitta foi fundada em 1908, em Dresden, por Melitta Bentz, criadora do primeiro filtro de papel para coar café. Hoje, presente em 60 países, o Grupo Melitta tem no Brasil o 2º maior mercado.