Buscar

Senado compra briga com STF e aprova regime de urgência para votar retorno de Aécio Neves


Por 43 votos a favor e 8 contra, Senado Federal aprovou em regime de urgência para avaliar a votação do STF que afastou do cargo o senador Aécio Neves. Segundo a maioria dos senadores, até mesmo de oposição, dizem que não por Aécio Neves, é de qualquer outro senador, pois, o que se avalia é o afronto a Constituição Brasileira. Com esta avaliação, abre-se caminho para tornar sem efeito a decisão de Fux, Barroso e Rosa Weber. O senado, também recebeu o apoio do Palácio do Planalto,

Um afastamento como esse, se não houver oposição e uma corrida a Constituição, amanhã, outros senadores poderão estar na mesma situação. Sendo que, um senador é eleito pelo povo, não citado na Carta Magna, o afastamento por intermédio do STF.

Está marcado para semana que vem a votação do requerimento para derrubar a decisão do STF.


35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados