Buscar

Lula cada dia mais distante do Planalto. Apresenta 22 recibos e dois com datas inexistentes


O Ministério Público Federal acusa o ex-presidente de ter recebido propina por parte da Odebrecht em espécie e em imóveis. Um deles é o apartamento de São Bernardo do Campo. Lula, foi interrogado no dia 13, pelo juiz Sérgio Moro. Perguntado perlo juiz se Lula tinha os recibos dos alugueis referente ao apartamento. "Devo ter recibo", disse o ex-presidente. Cada dia mais próximo do abismo, a defesa de Lula entregou 26 recibos em Curitiba, quando na verdade, eram para ser apresentados 59. No começo da análise dos recibos, aconteceu o que a defesa de Lula não esperava. Dois deles, tem datas inexistentes, complicando cada dia mais a vida de Lula.

Glaucos da Costamares, que é o proprietário do apartamento, se complica a cada depoimento que faz em Curitiba. Mas, ele agora, terá que revelar a verdade, não tem mais como sair dela. O receio de Costamares é complicar ainda mais José Carlos Bumlai, seu primo, preso na capital paranaense.

Trata-se de falsificação de documentos, ou documentos montados para tentar comprovar no processo, que o apartamento é alugado pelos trâmites comerciais normal.

O buraco negro em que Lula deve deitar, está bem próximo dele. Não há mais tempo para mentiras e nem adiamento de fatos consumados nos desvios e lavagem de dinheiro. Para complicar ainda mais, Antonio Palocci, confirma tudo em seus depoimentos.

Agora, muito distante, ou poderia confirmar, fora das eleições de 2018, seus companheiros e partidos aliados a ele, estão se afastando no dia a dia. Chegará o dia em que ele vai estar só, somente só! Assim diz boa parte da sociedade brasileira.


35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados