Buscar

Pimentel desconta Empréstimo Consignado do funcionário, mas não repassa aos Bancos


O Deputado Estadual Sargento Rodrigues (PDT), fez uma denúncia nesta quarta-feira, com base nas reclamações dos servidores. Fernando Pimentel, já paga atrasado e parcelado os salários dos servidores públicos e, além de descontar os empréstimos em consignação de seus servidores, não repassa aos bancos os valores descontados. Em consequência da inadimplência, os servidores não estão tendo acesso a novos créditos que são negados pelos agentes bancários. Trata-se de crime, apropriação indébita.

O Deputado pediu uma audiência pública na Assembleia Legislativa de Minas Gerais para conhecer mais sobre o assunto. Ele mesmo, disse ter recebido várias reclamações de policiais e bombeiros pelo estado.

Com a inadimplência causada pelo Governo, às entidades financeiras tem o direito de negativar o nome do titular dos contratos, no caso, o funcionário público. Impedido de ter acesso ao crédito em território nacional.

O Deputado Gustavo Valadares (PSDB), vem relatando que essa situação se arrasta por muito tempo. Os primeiros dados da inadimplência foram divulgados em agosto/2016, o valor chega a 100 milhões de reais, por mês. Segundo, Valadares, isso é caso de cadeia. Gustavo, já solicitou via Lei de Acesso à Informação, a Secretaria de Estado de Fazenda sobre tais irregularidades, mas não obteve resposta.