Buscar

Apareceu um honesto citado na Lava-Jato


Achávamos que isso não poderia acontecer. Pois, todos citados até o presente momento, tem culpa no cartório ou não conseguiram, até o presente momento, provar sua inocência.

O nome dele é Flávio Turquino, um veterinário formado no estado do Paraná, que exerceu por 30 dias no Ministério da Agricultura, como Diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal. Nomeado no dia 22 de agosto de 2013 e exonerado em 24 de setembro do mesmo ano, por Gleisi Hoffman, senadora do PT, Ministra da Casa Civil na época.

Sua passagem foi relâmpago no Ministério que nem consta em seu curriculum tal tarefa. Ele é hoje, Diretor da Campo Verde Trading BV, e trabalha na região de Rolândia, região metropolitana de Londrina no Paraná.

Segundo Alexandre Margotto, Flávio foi o único que não teria aceitado às imposições de Eduardo Cunha e Lúcio Funaro.

No Brasil, isto é quase que inacreditável, pois, chegar ao Ministério e não ser fruto do meio, onde quase todos estão de rabo preso, é uma surpresa.