Buscar

Janot denuncia ao STF José Guimarães por corrupção e lavagem de dinheiro


Procurador Geral da República, afirma que deputado facilitou financiamento do Banco do Nordeste a Empresa privada e em troca teria recebido R$ 97 mil. Líder da minoria na Câmara dos Deputados e ex-líder de Dilma Rousseff, foi denunciado a partir da delação de outro petista, o vereador Alexandre Romano - PT, também conhecido como Chambinho, que também faz parte da denúncia pelos mesmos crimes do parlamentar. Janot, pede a devolução de R$ 1 milhão aos cofres públicos vindos dos dois, a cassação do mandato e a condenação de Guimarães e mais R$ 1 milhão para reparação dos danos materiais causados e danos morais.

Conforme denúncia em 2011, Guimarães levou uma propina de R$ 97.761,00, referente ao financiamento bancário. Guimarães não foi encontrado para dar esclarecimentos até o momento. A Engevix, foi a empresa favorecida do empréstimo no valor de R$ 260 milhões para a construção de usina eólica na Bahia. Alexandre Romano, recebeu R$ 1 milhão em propina e parte dessa propina foi direcionada a Guimarães.A denúncia foi apresentada no dia 5 de dezembro. O ministro Luiz Edson Fachin, relator do inquérito, determinou no último dia 16 de dezembro que os acusados ofereçam resposta em quinze dias - o prazo para de contar durante o recesso.

35 3221-0556      Varginha - MG
O Debate - 2020 © Todos os direitos reservados